Nicolas Basilio

Nicolas Basilio

Advogado, sou estudioso de direito material e processual do trabalho. Bacharel em direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (Largo de São Francisco), especialista em direito do trabalho pela COGEAE PUC/SP, advogado inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil, seção São Paulo, associado da Associação dos Advogados de São Paulo, da Associação dos Advogados Trabalhistas em São Paulo, atuo na defesa dos direitos de trabalhadores e na assessoria de empregadores.

Pedi demissão: e agora?

Onda de pedidos de demissão Hoje no Brasil, mesmo com o alto desemprego, registrou-se um recorde de pedidos de demissão. É uma tendência mundo afora, principalmente entre profissionais qualificados, deixar o emprego em busca de melhor salário, ambiente de trabalho mais saudável ou mais flexível. Em levantamento feito pela LCA Consultores, com base no CAGED, …

Pedi demissão: e agora? Leia mais »

Jornada 12×36: entenda como funciona e quais seus direitos.

O QUE É: A jornada 12 por 36 é aquela praticada pelos profissionais da saúde, em especial da enfermagem (enfermeiros, técnicos e auxiliares), mas também por carreiras de apoio (como vigilância, portaria, etc), em que o empregado presta serviços por 12 horas num dia e folga no dia seguinte. Juntam-se as 12 horas remanescentes do …

Jornada 12×36: entenda como funciona e quais seus direitos. Leia mais »

Estabilidade da Gestante

No mês de maio tratamos de diversos direitos conquistados pelas mulheres em razão da maternidade. A garantia de emprego, ou “estabilidade”, é um dos mais relevantes, a ponto de o constituinte tê-lo previsto nos Atos de Disposições Transitórias da Constituição, enquanto não houvesse regulamentação por lei complementar da garantia contra despedida arbitrária aos trabalhadores em …

Estabilidade da Gestante Leia mais »

LGBTQI+: combate à discriminação nas relações de trabalho.

No dia 28 de junho de 1969, cansados das investidas violentas de policiais, os frequentadores do bar Stone Wall Inn iniciaram um movimento de revolta social que hoje se traduz em Paradas LGBT mundo afora. Acima de tudo, a intenção é política, por liberdade de manifestarem o que são, sem censura e discriminação. Há cerca …

LGBTQI+: combate à discriminação nas relações de trabalho. Leia mais »

Cooperativismo: trabalhador autônomo ou empregado?

A Lei n. 8.949/1994 alterou a CLT e acrescentou ao art. 442 um parágrafo único no qual se estabeleceu que qualquer fosse o ramo de atividade da cooperativa, não existiria vínculo de emprego entre ela e seus associados e nem entre seus associados e os seus tomadores de serviços.  Isso quer dizer que é permitida …

Cooperativismo: trabalhador autônomo ou empregado? Leia mais »

Banco é condenado por coagir empregados a desistir de ações trabalhistas

Notícia do TST:  O Banco do Brasil S.A. terá de pagar indenização de R$ 500 mil por dano moral coletivo por ter coagido empregados a desistir de ações trabalhistas ajuizadas individualmente ou por meio do sindicato. A decisão é da Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho, que considerou que a conduta da empresa desprezou …

Banco é condenado por coagir empregados a desistir de ações trabalhistas Leia mais »

Falar com Advogado